O cantor PAPO desabafa sobre as criticas que vem recebendo por cantar os três ritmos urbanos Reggaeton, Funk e Rap ao invés de se firmar em apenas um "Se você é uma pessoa de mente aberta...desfrute de tudo que eu sirvo." "Eu sou a mescla desses 3 gêneros e peço aos meus fãs que respeitem isso"


Papo fala com exclusividade sobre sua paixão pelo Rap, Funk e Reggaeton e diz que não abandonará nem um dos 3 ritmos.



O cantor Papo sempre foi alvo de várias polêmicas, um dos grandes motivos é trabalhar com públicos de grupos urbanos diferentes como o "Funk", "RAP" e "Reggaeton". Cada um tem sua peculiaridade, e defende aquilo que melhor lhe convém, com jeitos e expressões da cultura de cada ritmo, e é comum haver intrigas entre eles. O rap, que em sua maioria, defende a expressão das rimas, com letras fortes e pensantes, e assim como o Reggaeton, as vezes não tolera a forma imatura das rimas (ou a falta delas) em algumas letras de Funk e a vulgaridade explicita em baixo calão. O Funk por sua vez, ataca o Reggaeton por ser algo culturalmente Porto Riquenha e por seu conteúdo ser em grande maioria em espanhol, além de também falar de sexo como o Funk, explicito ou não, e que mesmo que soe de uma forma mais amigável, não deixo de falar de sexo em várias canções.E assim as variadas criticas surgem de um grupo a outro, as vezes com fundamento, as vezes não.

A verdade é que muitos cantores de Reggaeton também catam de forma separada a Bachata, Mambo, Salsa, Electro,R&B, soca-soca, Zouk, dentre outros..., no Brasil, isso é comum com estilos brasileiros como Funk, Sertanejo, Axé, forró, Pagode.. dentre outros, e também estilos importados como R&B, Rap, ou Hip-Hop, as vezes o problema está apenas no preconceito. 
A polêmica aumenta mais ainda quando o cantor Papo, que se intitula " O Rei do Reggaeton" canta mais Funk em seus shows do que o próprio Reggaeton, ou talvez o contrário, quando ele é muito reconhecido na cena Funk, mas seus maiores acessos na internet e seus grandes sucessos são de Reggaeton. Como administrar esses diferentes grupos? Como administrar o preconceito que existem entre as pessoas?

Veja agora com exclusividade, escrito especialmente para nós o desabafo do cantor Papo sobre esse assunto:

"        Eu sou assim, não consigo escolher entre os 3 pois conheço o charme e a força que cada um deles tem. Pedir que eu escolha entre Reggaeton, Funk ou Rap é como pedir pra um pai escolher quem ele mais ama entre os seus filhos. Muitos “pegaram o bonde andando”, não conhecem minha caminhada e ficam me cobrando “Papo você é melhor no Reggaeton”  ou “Papo, você devia cantar só rap” o até mesmo “Deixa esse negócio de Funk pra lá”.


         A verdade é que MC PAPO começou no funk. Se não fosse o funk, nada do que fiz teria acontecido pois foi no funk que eu subi no placo pela primeira vez, as primeiras gravações, a primeira vez que toquei em um estação de radio e etc.
        Vários artistas de fora tem esse proceder de fazer a mistura, de transitar entre gêneros, por exemplo o Arcangel, ele é um reggaetoneiro feroz mas sempre está mandando um rap e as vezes arrisca um R’n’B. Também posso citar o grande Tego Calderon que é sempre fez Reggaeton e Rap.
        Hoje estou aqui para passar essa mensagem aos desavisados que eu não parei de cantar Reggaeton.
Eu sou a mescla desses 3 gêneros e peço aos meus fãs que respeitem isso ! Se você gosta dos meus reggaetons e só deles então escute apenas os meus reggaetons. Se gosta apenas dos meus rap’s ouça só meus rap’s e se gosta só dos meus funks ouça apenas meus funks.
         Mas se você é uma pessoa de mente aberta, que gosta de música em geral fique a vontade e desfrute de tudo que eu sirvo.


         SOU DOS 3 , SOU DA MÚSICA URBANA !!! "
PAPO

E você o que pensa a respeito?
Share on Google Plus

Escrito por Dermeval Neves

Site Oficial do Reggaeton no Brasil criado desde 2007. Entre em contato conosco através do nosso e-mail: contato@ReggaetonBrasileiro.com. | INSTAGRAM: @ReggaetonBrasil